Projecto ‘Mobility Young Adult’ (Erasmus+)

mya

A Liga Portuguesa dos Direitos Humanos – Civitas, a Liga Italiana dos Direitos Humanos e a Associação Pró Democracia, da Roménia, são parceiros no projecto “Mobility Young Adult” (MYA), liderado pela associação Italiana LOAD.

O projecto consiste na realização de um programa de estudos e intercâmbio que terá lugar em Roma, entre os dias 2 e 20 de Novembro de 2016, com a participação de 10 estudantes universitários (5 rapazes e 5 raparigas) de cada país, com idades compreendidas entre os 22 e 24 anos. O idioma praticado será o inglês.

Objectivo do projecto:

  • Promoção do diálogo intercultural e da convivência social entre pessoas com diferentes culturas;
  • Desenvolvimento de um raciocínio aberto que ajude a evitar a criação de estereótipos e preconceitos e que impeça a desconfiança em relação às pessoas com diferentes culturas e nacionalidades;
  • Desenvolvimento da consciência das semelhanças e diferenças entre as culturas dos países envolvidos;

O projecto MYA visa promover a inclusão social, um sentido de cidadania europeia, a participação na vida democrática, o diálogo intercultural e a solidariedade entre os jovens, no sentido de melhorar o respeito e a tolerância entre todos os cidadãos Europeus.

O projecto inclui:

  • Recepção
  • Seminários de estudo sobre os países de origem dos participantes
  • Palestras e actividades
  • Visitas culturais para aprofundar o conhecimento do património cultural e artístico do país de acolhimento
  • Produção do material de trabalho

Todos os custos de transportes, hospedagem e alimentação estão cobertos pelo Programa.

Os jovens portugueses serão acompanhados por 1 professor e 2 animadores socio-culturais, seleccionados pela LPDH – Civitas, sendo que a Liga Italiana, como anfitriã, disporá de 6 colaboradores para prestar todo o acolhimento e hospitalidade.

 

Por favor, enviem a V/ candidatura para:
projecto.ligacivitas@gmail.com
(até ao dia 10 de Outubro de 2016)

 

Nota: Será dada prioridade aos estudantes de cursos relacionados com o tema (mediação cultural, ciência política, linguística e relacionados), com aproveitamento escolar, com conhecimento de inglês (mínimo nível B1), sensibilidade para os temas e com menores rendimentos (mediante documentação comprovativa).

Este programa foi aprovado pela Agência Nacional de Juventude, organismo público supervisionado pelo Governo Italiano e pela Comissão Europeia, sendo promovido ao abrigo do Erasmus+, recorrendo a ferramentas promovidas pela Comissão Europeia, como a certificação europeia Youthpass.